Acre – Governador escolheu o desejo da maioria e Kátia Rejane, será reconduzida ao cargo de PGMP/AC assim diz a “NOTA PÚBLICA”

Crédito da foto: https://www.bing.com/images/search?

Por que ela foi a escolhida? Quais os critérios da escolha? 

Nossa reportagem conversou com o Governador em Brasilia, nos comprometemos de colocar a matéria quando houvesse uma decisão oficial e assim o fizemos.

GOVERNADOR GLADSON CAMELI

O Governador Gladson Cameli, disse para nossa reportagem, que foi ético na eleição do Ministério Público como tem sido sua postura na vida pública, não permitiu, que o seu nome fosse usado, nem que nenhum secretário de estado, usassem seu nome ou se pronunciassem de alguma maneira, para não influenciar a eleição, essa foi minha primeira atitude.

Levei em conta, como critério principal, a gestão digna, que a Procuradora Kátia Rejane, exemplificada no respeito e na consideração institucional aos demais poderes, sempre que encontrei promotores ou procuradores, perguntava sobre a administração da procuradora e me alegrava a maneira com que eles colegas e funcionários respondiam, ela sempre demonstrou saber o tamanho do abacaxi que eu recebi dos meus antecessores e foi muito compreensiva, quando nós do executivo colocava a verdade sobre as finanças do estado.

Todos os convites solenes do executivo, ela nunca mandou representante, ela mesma se fez presente representando o MP, sempre que recebi uma recomendação, as vezes até para rever um decreto, entendi como uma forma de orientação e fiquei agradecido, atendi todas as recomendações do MP, nunca tive problema de rever um ato, se não tiver em obediência a legislação.

A Procuradora Kátia, já esta dando certo, foi reconhecida pela maioria do MP, trata as questões de estado e os demais poderes, com o devido respeito constitucional, tem dado aos funcionários e colegas, as condições de atenderem bem a população, tem varias obras para serem concluídas e entregue a comunidade em vários Municípios, ela é uma boa gestora e contará com o nosso apoio, para realizar mais dois anos de uma grande gestão.

Parabenizou os outros dois escolhidos, os Procurador de Justiça Cosmo Souza e Carlos Maia, tenho certeza que os dois são competentes, honrados e queridos dentro da Instituição MPAC e fora dela, pois muitos amigos sugeriram como bons candidatos, estarão no futuro ocupando tão honroso cargo, tenho certeza disso.

Procuradora  Kátia Rejane de Araújo 

Kátia Rejane de Araújo Rodrigues – Atual Procuradora Geral do Ministério Público do Acre é  natural de Rio Branco, graduada em Agronomia e Direito pela Universidade Federal do Acre (UFAC). Ingressou como Promotora de Justiça Substituta do Ministério Público do Acre em 1996, quando atuou na Promotoria de Justiça de Xapuri, no ano seguinte atuou em defesa da criança e adolescente, quando esteve à frente da Associação Brasileira de Magistrados e Promotores de Justiça da Infância e Juventude, nas comarcas de Brasileia, Epitaciolândia e Assis Brasil. Promovida em 2011 a Procuradora de Justiça, assumindo no mesmo ano a Procuradoria-Geral para Assuntos Administrativos. Eleita em 2014 corregedora-geral do MP, tendo exercido dois mandatos consecutivos. Foi eleita para a chefia do MPAC no período 2018/2020 e obteve 95% de aprovação, nessa eleição para escolha dos três mais votados, conseguiu ser o 1º lugar em número de votos, teve chancelada e ratificada sua gestão como a única que conseguiu realmente colocar em pratica os princípios que rege a administração pública que são, LEGALIDADE, IMPESSOALIDADE, MORALIDADE ADMINISTRATIVA, PUBLICIDADE e EFICIÊNCIA, respeitou a autonomia dos Poderes e sem ferir nenhum dos princípios constitucionais.

A indicação em primeiro lugar não é garantia de recondução ao cargo, mais deixa claro a preferência da maioria da Instituição, também consagra a avaliação da administração da Procuradora Kátia Réjane de Araújo, Sua administração tem para mostrar, todos os princípios, exemplo para qualquer MP do Brasil, por não ter uma aproximação com o governo, enfrentou nessa eleição uma forte oposição dentro do MP é foi tida como certa, que não seria reconduzida, pois não sairia como não o fez, atrás de apoio politico, não enxerga o Ministério Público como um balcão de negócio, o MP cumprirá com suas atribuições constitucionais, também não haverá nenhuma forma de perseguição, nem mesmo injustiça, espera que no lugar de esta atrás de sustentação politica, haja uma avaliação pelo Governador do Estado do comportamento ético na sua gestão e foi isso que aconteceu.

Como a escolhida do Governador, para como Procuradora Geral a frente do MPAC, continuará seu trabalho? Com os mesmos objetivos, melhorando o atendimento a população, dando condições de atendimento nos Municípios do interior, fazendo e dando as condições que precisa para ter um Ministério Público forte e cumpridor das atribuições constitucionais a ele MP atribuídas na Constituição Federal.

Um Ministério Público, com varias frentes de trabalhos (obras), nos Municípios e continuaremos o trabalho para inaugurarmos e dar condições aos funcionários e Promotores cumprirem bem suas tarefas diárias, vamos valorizar os funcionários, os colegas promotores e procuradores, exigindo um atendimento de excelência para a população,  em total  sintonia com a realidade em que vivemos, também atenta as questões de governo, sempre colaborando para ver um estado forte e cumpridor dos preceitos constitucionais.

A administração do governador, recebeu nesse ano muitas recomendações do Ministério Público, que o governador acatou de bom grado, revogou alguns atos, que prejudicariam a ele no futuro, tendo que responder posteriormente, caso insistisse em manter determinados atos e decretos governamentais ações civis públicas, o Ministério Público tem consciência de como o governador recebeu este Estado, disse uma pessoa muito próxima da Procuradora.

Disse ainda, que a Procuradora continuará, com sua administração pautada nos princípios que norteiam a administração pública, eles serão o guia perfeito da sua administração, do respeito aos colegas e da dignidade para com os Poderes do Estado, reafirmou dizendo um de seus colegas e eleitores, disse ainda que ela a Procuradora não se cansa de agradecer aos amigos pela votação.

Procurador Carlos Roberto da Silva Maia

Carlos Roberto da Silva Maia – Disse a nossa reportagem, que respeita e concorda com os critérios da escolha do Senhor Governador do Estado do Acre, que reconhece na sua colega, realmente todos os considerados elencados pelo governador, que a Procuradora Geral pode contar com ele em todos os aspectos para que sua gestão seja um sucesso, maior do que os dois primeiros anos, que estará para colaborar em todos os momentos da administração da Procuradora Geral e que parabeniza ao governador pelos critérios adotados da escolha, portanto meus amigos que votaram em mim, vamos todos de mãos dadas, apoiar nossa PGMP e colaboremos com sua administração, para que possamos ver o crescimento do MPAC e fortalecermos o atendimento a nossa população, cumprindo assim nossas metas institucionais, conte conosco colega PG Kátia Rejane.

Não conseguimos, contatar nem o Procurador Cosmo Souza, nem ninguém ligado a ele, que quisesse se manifestar.

De Brasília – Aleksandra Pessoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui