Hedislandes diz que professor Lauro “não resiste a uma investigação”

Hedislandes diz que professor Lauro “não resiste a uma investigação”

Da redação ac24horas

Exonerado nesta segunda-feira, 25, após ser nomeado na semana passada pelo governador Gladson Cameli para ocupar cargo na Secretaria de Comunicação, Hedislandes Gadelha se posicionou contra as declarações do professor Lauro Fontes, que o acusou de ser um “terrorista social”.

“É patético ver o senhor Lauro Euclides Fontes falar sobre moralidade e equilibro mocional. Esse sujeito não resiste a uma investigação minimamente séria nas suas atuações na Ufac e no TCE, locais onde trabalhou e sempre deixou rastro de pouca seriedade. Fontes age tipicamente como tem dor de cotovelo”, disse Gadelha.

Hedislandes afirma que durante o processo eleitoral o professor protagonizou cenas lamentáveis e ridículas em defesas dos seus candidatos. “É uma pessoa que sempre se alimentou das migalhas do poder. Essa é a verdade. Esse senhor ataca porque está no ostracismo. As benesses que esperava do governo federal não vieram, no governo estadual não tem espaço.Por isso sofre”, retrucou.

“Quem atua como terrorista é esse elemento obscuro, que acumulou patrimônio prestando consultoria privada à prefeituras, mesmo sendo pago pelo TCE para fazer gratuitamente. Conheço a tua ficha, Lauro Fontes. Tenho fontes. Quem não te conhece, que te compre. E a compra nem seria muito cara”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui