Assessores do governo dizem que adversários se aproveitam da composição de cargos para tirar brilho da nova gestão


Assessores do governo dizem que adversários se aproveitam da composição de cargos para tirar brilho da nova gestão

Os adversários do novo governo estão tirando todo o proveito que podem com a escolha de cargos, por exemplo0, que sempre dá alguma disputa e contratempos, natural de início de gestão, para passar à sociedade a impressão de que o governador Gladson Cameli (Progressistas) estaria perdido. Deputados, assessores e dirigentes partidários estão, inclusive, com a ideia de fazer um ato em favor de Gladson, para tirar de foco o jogo sujo do inimigo.

Enquanto ex-cargos comissionados são usados por políticos da oposição para fazer esse jogo nada republicano pelas redes sociais, o governo novo não consegue mostrar aquilo que já fez em poucos dias, como adquirir remédio na saúde, diminuir gastos com a máquina pública e iniciar os serviços de conclusão das obras que estavam paradas há muito tempo, por falta de gestão, como é o caso do Hospital das Clínicas, das estradas e outros serviços. “O quanto eles puderem eles vão insistir nessas coisas nas redes sociais para tirar o brilho daquilo que o governador já fez em três meses”, diz o assessor Vagner Sales, ex-prefeito de Cruzeiro do Sul.

Outros assessores acham até normal a esquerda se retorcer nos bastidores porque eles estavam no poder há 20 anos. Estavam viciados com a máquina estatal. Então a ideia é tentar desestabilizar a nova gestão. “Vamos trabalhar que a população vai reconhecer”, diz o deputado Gehlen Diniz (Progressistas), líder do governo na Assembleia Legislativa. Essa luta por cargos em início de governo é um negócio normal, mas os inimigos do atual governo procuram dimensionar, segundo ele. Assim ninguém vê o que já está sendo feito.

Fonte:evandrocordeiro.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui