Cerca de 500 pessoas protestam contra a Reforma da Previdência em frente ao Palácio Rio Branco

A sindicalista ressaltou que o ato contrário a reforma está acontecendo em todo o país

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

Na manhã desta sexta-feira (22), centenas de manifestantes de diferentes classes trabalhistas, se reuniram em frente ao Palácio Rio Branco com o objetivo de protestar contra a Reforma da Previdência. Segundo eles, a Reforma tem que acabar om os privilégios existentes no projeto.

Protesto no Acre acompanha a onda de protestos que ocorrem simultaneamente em todo o país

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, disse que a reforma apresentada pela equipe econômica do governo, sacrifica a classe trabalhadora. “Não suportaremos ter que contribuir 40 anos para poder ter uma aposentadoria com 100% daquilo que contribuímos”, destacou.

Segundo Nascimento a reforma deveria de fato penalizar os grandes credores existentes no Brasil. “Eles devem mais de R$ 500 bilhões aos fundos previdenciários”, relatou.

A sindicalista ressaltou que o ato está acontecendo em todo o país com o intuito de “pressionar o presidente, os deputados federais e estaduais, senadores e o trabalhador que não pode ser mais uma vez vitimado”, explicou.

O atual secretário municipal de Educação, Moisés Diniz, declarou que mesmo sendo um gestor não irá deixar participar da luta dos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui