Unidade de Pronto Atendimento da Cidade do Povo não tem médicos durante do dia

Unidade de Pronto Atendimento da Cidade do Povo não tem médicos durante do dia

Por João Renato Jácome

Os moradores da Cidade do Povo, o maior complexo residencial de Rio Branco, estão passando por maus momentos na hora em que ficam doentes. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade não tem médicos durante o dia para o atendimento ambulatorial dos usuários.

A grave denúncia, feita pelo líder comunitário Robson Souza, reflete a crise no setor de saúde pública do estado. “Ao invés de colocar médico de dia para atender a população, estão colocando médico de noite. Nos ajude, governador”, disse Robson em um vídeo no Facebook.

O líder comunitário alerta que a população do bairro é humilde e nem sempre tem condições de pagar ônibus para ir até à UPA da Via Verde, que fica nas proximidades da rodoviária, a cerca de 7 km do bairro. Robson faz um desabafo e pede a ajuda do secretário Alysson Bestene e do governador Gladson Cameli.

“A gente está vendo o desrespeito com a população acreana, com o povo de baixa renda, com o povo humilde. Nossa população não tem médico. Até quando o governador Gladson Cameli vai ter esse desrespeito com o nosso povo? Governador, secretário Alysson, tenham responsabilidade com o povo acreano”, critica Robson.

O ac24horas tentou contato com a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) na manhã desta quinta-feira, dia 21, mas não conseguiu contato com a Assessoria de Comunicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui