Dupla de motociclistas executa médico com 7 tiros no Acre

Dupla de motociclistas executa médico com 7 tiros no Acre

O médico Jardeson Lima, 36 anos, foi executado com 7 tiros na noite de sábado (25). O crime aconteceu no Ramal Antônio Costa, que entra ao lado da usina da Alcobras, no município de Capixaba, interior do Acre.

A informação apurada pelo Ecos da Notícia junto à polícia, é de que a pesar de formado em medicina, Jardeson ainda não tinha validado o diploma para atuar no Brasil, e estaria trabalhando numa propriedade rural.

De acordo com o delegado Marcos Cabral, o crime foi praticado por dois homens numa motocicleta. Trazida ao Pronto Socorro de Rio Branco, a vítima não resistiu e morreu durante a madrugada de hoje.

Ainda de acordo com o delegado, o médico conversou com um agente de Polícia Civil, mas não relatou se conhecia quem teria tentado contra a vida dele. O delegado acredita por ele achar que não estava ferido de morte.

Nesta segunda-feira (26) o delegado ouvirá o dono e outros funcionários da propriedade, na tentativa de descobrir se Jardeson teve desavença com alguém nos últimos dias, uma vez que ele não tinha nenhuma passagem pela polícia.

“Ele saiu consciente, falando com os policiais e foi encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco, mas não chegou a dizer quem nem por qual motivo tinham tentado contra a vida dele”, disse o delegado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui