ACRE Um retrato da violência no Acre

Um retrato da violência no Acre

O caso desses três estudantes já entrou para a história do Acre como um dos crimes mais bárbaros já registrados. Nas redes sociais milhares de pessoas lamentam e se dizem estarrecidos com tamanha perversidade de como as duas vítimas encontradas foram torturadas e mortas.

Coincidentemente, na quinta-feira (9) foi divulgado pela imprensa nacional os dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, apontando que o Acre é o segundo estado com maior taxa de homicídios e Rio Branco a capital mais violenta e insegura do país. No ano de 2016 foram 368 assassinatos, contra 530 em 2017, um aumento de 41,8%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui