ACRE PRTB de vice do Bolsonaro estará no palanque de Marcus do PT no Acre

PRTB de vice do Bolsonaro estará no palanque de Marcus do PT no Acre

A política tem algumas ironias ideológicas contraditórias. A indicação do General Mourão (PRTB) como vice do presidenciável Bolsonaro (PSL) cria uma situação curiosa para a FPA que dá sustentação para o candidato ao Governo Marcus Alexandre (PT). O PRTB integra a FPA desde que Lira Xapuri (PRTB) desistiu da sua candidatura a governador. Então indiretamente a chapa presidenciável Bolsonaro-Mourão estará representada no palanque de Marcus. Um fato que deve causar calafrios aos esquerdistas mais tradicionais. Mas o vale tudo que se estabeleceu nos últimos no Brasil para ganhar eleições é capaz de gerar esse tipo de aberração. Não existe mais uma coerência ideológica e programática na escolha dos partidos para uma coligação. O mais importante são os apoios que podem trazer votos mesmo que se tratem de partidos diametralmente opostos nas suas propostas. A FPA não pode alegar desconhecimento da orientação ideológica do PRTB quando aceitou-o na sua coligação, mesmo antes de apoiar o Bolsonaro. O partido é praticamente um feudo do seu presidente nacional Levy Fidelix que nas campanhas à presidência da República que participou sempre manifestou posições nacionalistas de extrema-direita e um anti-petismo radical. Mesmo assim a legenda estará balançando bandeira para Marcus Alexandre no Acre. Quando desistiu de ser candidato ao Governo do Acre, Lira Xapuri chegou a comentar que teria sido tratado como um príncipe pelos caciques da FPA. E assim segue o jogo na política acreana.

Palavra do PRTB
O presidente do PRTB do Acre, Lira Xapuri, confirmou que o partido irá apoiar simultaneamente Bolsonaro à presidência e Marcus Alexandre ao Governo. “Quando o Levy desistiu de ser candidato e autorizou o Mourão ser vice do Bolsonaro teve um acordo para não interferir nas alianças nos estados. Tanto que o PRTB me manteve na presidência regional porque acredita que posso me eleger deputado federal. O Levy é um pai pra mim e o General Mourão uma referência política. Então nosso grupo irá apoiar o Bolsonaro por uma questão de gratidão, mesmo a gente estando no palanque do candidato do PT ao Governo do Acre,” afirmou Lira Xapuri.

FONTE:AC 24HS Nelson Liano Jr. Nelson Liano Jr.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui