Em Brasília, Rocha e Gonzaga buscam soluções para apagão de internet no AC

[ad_1]

O Deputado Federal Major Rocha (PSDB/AC) e o Deputado Estadual Luiz Gonzaga (PSDB/AC), participaram nesta quarta, 11 de julho, de longa agenda em Brasília.

Os parlamentares buscaram soluções na Anatel e na empresa Oi, detentora da concessão de internet e telefone, para problemas recorrentes na conexão em municípios do Acre, em especial na região do Juruá.

A região sofre com recorrentes problemas de rompimento nos cabos de fibra ótica, causando queda na conexão e prejuízos para a população.

“A falta de internet e telefone causa prejuízos ao comércio, a rede bancária e o principal, sem conexão de internet e telefone, a criminalidade aproveita para realizar delitos, já que não é possível a comunicação com os órgãos de segurança pública”, argumentou Rocha.

Alvimar Camacam, diretor de relações institucionais da Oi, argumentou que muitas vezes o rompimento ocorre de forma criminosa e como não há outro cabo disponível como backup a região fica sem comunicação.

Os tucanos acreanos foram a sede da Eletrobrás, os parlamentares trataram sobre a os motivos que levaram a suspensão da obra do linhão de transmissão de energia em Cruzeiro do Sul – AC e sobre a desativação da usina termelétrica, localizada em Rio Branco.

O Deputado Luiz Gonzaga argumentou que a usina operada pela Guasco em Cruzeiro do Sul e região, sofre constantes falhas, causando queda de energia e apagão geral.

Gonzaga e Rocha solicitaram estudo de viabilidade de transferência da usina desativada de Rio Branco para a região do Juruá, que serviria de backup em caso de apagões.

O chefe de gabinete da Presidência, senhor Fernando Lomonaco e o Assessor do diretor de engenharia, Luiz Rufato, explicaram que a obra do linhão foi paralisada porque a concessionária que ganhou a licitação da obra, pediu recuperação judicial.

“A Eletrobrás não desistiu da obra do linhão, que custará 427 milhões de reais aos cofres, somente com óleo diesel gastamos 500 milhões de reais por ano para fornecer energia para Cruzeiro do Sul e região.”

[ad_2]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui